Breno Barros

 
 

Breno Barros is a photographer from Brazil

 

Meu nome é Breno Barros, e eu sou um fotógrafo amador de Belém, PA, Brasil.

Eu trabalho essencialmente com nus, usando ambas fotografia digital e analógica, embora prefira trabalhar com filme.

Eu gosto de trabalhar com fotografia experimental, e uma das técnicas que mais me encantam é a múltipla-exposição de uma película fotográfica. Eu gosto de combinar fotografias de nus em ambientes terrestres e subaquáticos, onde um mesmo modelo interage consigo próprio em cada uma das exposições. Faço o mesmo com fotografias de estúdio e externas, porém com outro enfoque, perdendo o ar etéreo que a fotografia subaquática proporciona.

Trabalho com fotografia de nus há cerca dez anos, quase sempre em ambientes naturais, envolvendo bosques e água. Mais recentemente comecei os projetos de duplas- e múltiplas-exposições em analógica com o propósito de criar novos conceitos, mais lúdicos e oníricos em minha fotografia, além de lançar novos desafios em meu processo criativo.

As fotos combinando ambientes aquáticos e terrestres brincam com a dualidade de sensações, em um projeto denominado “Anima:aminA” (anima, latim para “alma”; e amina, latim para compostos orgânicos proteicos que decaem, favorecendo a decomposição da carne).

As fotos em múltiplas-exposições em estúdio compoem outro projeto, “La boutique de l’âme” (a boutique da alma), que brinca com a questão de quantas almas são necessárias para cada indivíduo.

As câmeras que utilizo em ambos são Nikonos V com filme marcado para as duplas-exposições com o Anima:aminA; e Mamiya 645 e Smena 8M com o La boutique de l’âme. No dia a dia, também uso outras rangefinders como a Zeiss-Ikon Voigtlander Vitessa 500L e Polaroid 600SE.

É com muito prazer que submeto meu material para a We Are Something Else Magazine, e espero poder contribuir novamente no futuro!

[Credits & links after the images]

 

My name is Breno Barros, and I am an amateur photographer from the Amazon region, who likes to compose the several ideas I have in my daily life into film photography. I am not really sure if the sentences I write make any sense. I just blow then up, just as the imagery does when I stare into any landscape.

I like to work with film. I can combine terrestrial and underwater environments to create the results I need, thanks are due to my acquired skills as a marine ecologist, almost retired from field work as lecture timing is getting more important. With (my) age.

Working with nude subjects has been a challenging matter, since I do not know the volunteer models I need to work with. I have only experienced an issue once, which has been solved, and that has never actually been on nudity, but on technical stuff. 


PHOTOGRAPHER: 
@bbarros_1980

MODELS:
01 - Lud
02 - Raíssa
03 - Raíssa
04 - Thais
05 - Thais
06 - Marlon
07 - Alice
08 - Alice
09 - Vlad
10 - Vlad
11 - Stephanny
12 - Stephanny
13 - Anna
14 - Anna
15 - Alice